ATITUDES SUSTENTÁVEIS

Por Carla Rosele 22/10/2019 - 19:25 hs

O propósito da sustentabilidade é conciliar o atendimento das necessidades sociais e econômicas do ser humano com a preservação do ambiente, assegurando assim, a manutenção de todas as formas de vida na Terra, inclusive a humana. Busca-se, portanto, melhorar a qualidade de vida respeitando a capacidade de suporte dos ecossistemas. E, dessa forma, diminuir a miséria, a exclusão social e econômica, o consumismo, o desperdício e a degradação ambiental. 


Perceber-se como ser integrante e capaz de promover mudanças positivas e negativas no ambiente, é um dos grandes desafios da humanidade.


Ações individuais podem inspirar mudanças de hábitos que se tornam coletivas. Fato que impele o ser humano a assumir a responsabilidade  pelos seus atos. 


O poder de mudar o mundo está nas mãos de cada um. E até as mais simples atitudes sustentáveis adotadas no dia a dia, fazem toda a diferença na grande missão de tornar o mundo um lugar melhor para se viver. 


Ação significa disposição para agir, energia, atividade, movimento. E são os pequenos movimentos, constantes e persistentes, que são capazes de impactar e realizar mudanças significativas na “casa Terra”.


Com o objetivo de informar e influenciar uma mudança de postura ambiental, listamos algumas atitudes simples a serem adotadas:


Economize energia elétrica: 


A energia elétrica no Brasil é gerada principalmente por usinas hidrelétricas, as quais dependem das chuvas e do nível dos reservatórios. Quando há pouca água armazenada, usinas termelétricas podem ser ligadas com a finalidade de poupar água dos reservatórios das usinas hidrelétricas. Com isso, o custo de geração aumenta, pois essas usinas termelétricas são movidas a gás natural, carvão, óleo combustível ou diesel.  É nesse momento que surgem as bandeiras tarifárias mais onerosas, como a amarela e a vermelha. Economizar energia, além de sustentável, proporciona menores gastos ao consumidor final. Não deixar os aparelhos em stand by, apagar as luzes ao sair do recinto, usar a máquina de lavar somente quando tiver roupa suficiente para enchê-la, posicionar a geladeira e o freezer longe de fontes de calor, preferir o ventilador ao ar condicionado, desligar o computador se não estiver utilizando, verificar  o selo PROCEL de eficiência energética ao escolher os eletrodomésticos, substituir as lâmpadas usuais por LED e reduzir o tempo do chuveiro ligado são algumas práticas interessantes a serem feitas.


Faça os 3Rs


Reduza (diminua o consumo de determinados produtos), reutilize (utilize um item para outra função) e recicle (reprocesse um item).  Por exemplo - Reduzir (utilizar sacolas retornáveis ao invés de plásticas, preferir copos e materiais reutilizáveis ao invés de descartáveis, consertar objetos ao invés de fazer o descarte imediato, regular o consumismo desnecessário), reutilizar ( aproveitar latas para confeccionar porta-lápis, usar a água da lavagem de roupas para lavar o quintal, utilizar as garrafas plásticas para outras finalidades), reciclar (fazer compostagem, separar papéis, plásticos, vidros e latas e enviar para cooperativas de catadores ou depositar nos pontos de coleta  adequados fornecidos pela prefeitura). Essas ações práticas visam minimizar o desperdício de materiais e produtos, além de poupar a natureza da extração inesgotável de recursos.  


Use meios de transporte alternativos


No nosso dia a dia produzimos em excesso gás carbônico por conta do número de veículos que circulam nas ruas, usar os transportes públicos, andar de bicicleta ou até mesmo a pé,  diminuem essa circulação contribuindo para um ar mais limpo e saudável.


Alimente-se adequadamente


Evite o consumo de alimentos industrializados, além de terem um número absurdo de conservantes,  suas embalagens contribuem para o aumento do lixo. Reduza o consumo de carne, pois a criação de gado além de requerer grandes áreas de pastagem para o seu desenvolvimento, ocasionando aumento do desmatamento, consome muita água e energia durante o processo.  Prefira alimentos frescos ao invés de congelados, esses últimos consomem mais energia em sua produção e armazenagem. Sempre que puder, opte pelos alimentos orgânicos. Sua produção respeita o ciclo de vida dos animais e meio ambiente, evitando contaminação do solo, água, vegetação.


Uma boa opção é cultivar seus próprios alimentos, o ato de criar sua própria horta faz bem para a saúde e diminui o estresse. 


Use de forma consciente pilhas e baterias


Atualmente, são vendidas no país mais de 1 bilhão de pilhas por mês. Menos de 1% desse volume é reciclado, o restante acaba indo para o lixo. O problema é que o descarte inadequado acaba liberando metais pesados nocivos  no ambiente. 


Verificar os locais no município onde possa haver a liberação adequada desses materiais e/ ou, dar preferência a  pilhas/baterias recarregáveis são excelentes condutas a serem adotadas. 


Enfim, o número de práticas a serem  incorporadas no dia-a-dia são muitas, cabe a cada um ponderar a viabilidade de utilizar um novo estilo de vida em prol do planeta e da própria humanidade. Afinal,  o ser humano também faz parte do ecossistema, e como ser integrante, tem a responsabilidade de preservar e conservar os recursos para as gerações presentes e futuras. 



Fonte:

https://sustentabilidade.santander.com.br/pt/Praticas-de-Gestao/Documents/Papa%20Pilhas_Mercadodaspilhasebaterias.pdf


http://portal.mec.gov.br/dmdocuments/publicacao8.pdf


https://www.pensamentoverde.com.br/atitude/dicas-de-atitudes-sustentaveis/


https://www.ecycle.com.br/component/content/article/35-atitude/7019-atitudes-sustentaveis-para-adotar-em-2019.html