PM alerta população de Araxá para golpe muito comum na cidade

Por Da redação 19/05/2020 - 09:34 hs
Foto: Reprodução

No dia 18 de maio de 2020, por volta das 13 horas, uma vítima/proprietária de um veículo de 29 anos e um comprador/vítima de 21 anos procuraram a Polícia Militar e relataram que haviam sido vítimas de estelionato. Segundo a proprietária do veículo, dias atrás anunciou no site de vendas OLX um automóvel VW/VOYAGE.


Um dia após ter feito o anúncio, entrou em contato com ela um suposto comprador, o qual disse que ficaria com o veículo e que iria repassar o carro para acertar uma dívida com outra pessoa. O suposto comprador disse ainda que essa pessoa que ele tinha uma dívida viria ver o veículo para talvez o comprar e que, assim que ele aceitasse a compra, ele depositaria o dinheiro para a proprietária do veículo. 


O comprador/vítima relatou que viu pelo site OLX o anúncio do veículo, anúncio este que foi feito após a proprietária do veículo retirar o anúncio dela e que provavelmente era o estelionatário que o tinha feito. Esta vítima entrou em contato primeiramente com o estelionatário e ambos combinaram que o comprador/vítima viria até Araxá para ver o veículo e realizar a compra. O estelionatário disse que o veículo estava na posse da vítima/proprietária, que esta seria sua prima e que ele não iria participar da venda porque estava em outra cidade, solicitando para não comentar com ela sobre o valor do carro, pois estava vendendo mais barato para ele.


Assim sendo, o comprador/vítima, após ver o veículo, aceitou fazer a compra e transferiu o dinheiro para a conta que o estelionatário havia passado. Somente após a negociação foi que a proprietária e o comprador perceberem a discrepância entre as informações repassadas a ambos e constataram que caíram em um golpe de estelionato. 


ENTENDA O GOLPE:

A tática dos estelionatários é pegar dados de um anúncio real e se passar pelo vendedor deste bem, geralmente veículos. Em alguns casos, são criados novos anúncios com valores abaixo do mercado, que servem de isca para uma vítima qualquer se interessar pela oferta. A negociação neste caso é feita por telefone ou por mensagens em aplicativos como o whatsapp, onde parte do pagamento é solicitado via depósito bancário. O estelionatário age como um intermediário com o vendedor.


COMO SE PROTEGER DESTE TIPO DE GOLPE:

- No caso de compra, nunca deposite valores na conta de estranhos, sem a certeza que é a pessoa autorizada para a transferência veicular;

- Nunca repasse seus dados (fotos, documentos) por telefone ou aplicativos de conversação, sem a certeza da idoneidade da pessoa que está negociando;

- Não negocie com intermediários sem referências. Negocie diretamente com o proprietário, ou pessoa devidamente autorizada documentalmente;

- Certifique-se sempre acerca da existência do veículo. Não confie apenas em fotos repassadas via aplicativos. Em caso de impossibilidade de verificar pessoalmente, peça que alguém de sua confiança certifique a existência do bem, além de verificar de que está negociando diretamente com o proprietário do veículo;


- No caso de venda, nunca entregue seu veículo ou assine qualquer documentação de transferência sem a certeza que o valor pago foi devidamente creditado em conta bancária;

- Evite aceitar depósitos bancários por meio de envelope. Nesse caso, apenas efetue qualquer ato de entrega, após a certificação do crédito dos valores na conta bancária;

- Sempre confirme o crédito das transações via TED, junto a sua instituição financeira antes da entrega do veículo;