Satis anuncia vencedores do Desafio Work&Play

Por Da redação 14/07/2020 - 20:39 hs
Foto: Divulgação

Organizado pela empresa mineira Satis, o Desafio Work&Play já tem seus vencedores. Mais de 200 acadêmicos de Agronomia e Engenharia Agronômica do todo País inscreveram-se na disputa, resultando em 32 projetos selecionados para a fase de avaliação. A iniciativa provocou os participantes a apresentarem soluções para o campo focadas em nutrição vegetal, tendo como desafio otimizar o ciclo do nitrogênio na cultura da soja. Os vencedores foram anunciados no dia 08 de julho.

 

O primeiro lugar ficou com Willian Araújo, estudante da Universidade Estadual Paulista (Unesp). Seu projeto propôs o emprego de uma tecnologia, que utiliza fungos da classe dark septate para estimular a capacidade das plantas em acumular nutrientes, auxiliando o desenvolvimento radicular e vegetativo. A acadêmica da Universidade Federal de Goiás (UFG), Amanda Bueno, ficou com o segundo lugar. O trabalho da aluna sugere a utilização do silício, contribuindo para a proteção dos nódulos presentes nas raízes que atuam no metabolismo da planta.

 

Conforme o agrônomo Claudio Gusmão, suporte técnico nacional da Satis, ambos os trabalhos vencedores estavam alinhados ao tema proposto este ano: Quais possíveis alternativas de tecnologias em nutrição vegetal para melhorar o efeito do ciclo do nitrogênio na cultura da soja? Entre os requisitos, as soluções deveriam apresentar alta viabilidade de execução, com o objetivo de aprimorar a produtividade na lavoura. Todos os projetos inscritos foram avaliados por uma comissão composta de técnicos da própria empresa e do SENAR-MG, entidade convidada.

 

“Parabenizamos os vencedores, assim como os demais participantes, pela qualidade das propostas apresentadas. Mais do que soluções criativas e sustentáveis para o produtor rural, estes projetos revelam a capacidade do meio acadêmico em contribuir ao desenvolvimento do agronegócio”, comenta o presidente da Satis, José Nascimento Ribeiro, ao enfatizar a importância de gerar oportunidades e experiências de mercado para a formação dos alunos.

 

Ao avaliar a parceria na análise dos projetos, o gerente regional do SENAR-MG no Triângulo Mineiro, Caio Sérgio Oliveira, destacou a importância do Desafio Work&Play como um estímulo à inovação ao campo e à promoção de novos talentos para o setor. “Foi uma grande satisfação participar deste projeto de grande relevância. Nos que trabalhamos na difusão do conhecimento, informação e tecnologia, através do aprendizado e da assistência técnica e gerencial, valorizamos muito as iniciativas de incentivo e apoio nas universidades. Parabenizamos a iniciativa e os participantes, que tiveram a coragem de inovar e ampliar os horizontes das tecnologias”.

 

Como premiação do desafio, será entregue para William Araújo um moderno computador notebook da marca Dell e para Amanda Bueno um smartphone iPhone 11 64GB. Os dois vencedores também serão contemplados com duas vagas de estágio através de projetos realizados pela empresa no País. Os demais inscritos na fase inicial do Desafio Work&Play irão concorrer a outras oportunidades para estagiar na companhia mineira.